Hora certa de trocar pneus

Saiba quando é a hora de trocar os pneus

29 Dec 2021

Hora certa de trocar os pneus?

Uma das funções fundamentais do Gestor de Frotas é a preservação dos veículos da empresa e isso envolve a manutenção dos pneus. Como outros componentes, os pneus possuem uma vida útil e necessitam de regulagem periódica para evitar acidentes e gastos desnecessários que podem impactar posteriormente o caixa da empresa. 

Nesse artigo nós falaremos da importância da gestão dos pneus e como saber qual a hora de realizar a sua troca. Confira. 

 

Qual a importância da manutenção de pneus?

A manutenção de pneus é muito importante para garantir a segurança dos condutores e também identificar a origem de problemas e despesas desnecessárias. Pneus em mau estado podem dificultar o manuseio do veículo, afetando a frenagem, a aceleração ou aumentar o tempo de resposta da direção. 

Além disso, diversas partes dos veículos, assim como amortecedores, molas e peças de direção são afetados diretamente pela calibragem dos pneus que, quando em ordem, podem prolongar a vida útil dessas partes.

Quando mantidos adequadamente, os pneus ainda garantem uma melhor performance que resulta na economia de alguns tanques de combustível ao final do ano. 

Outro benefício de uma boa gestão de pneus é poder programar as trocas com antecedência, impedindo que os veículos fiquem parados por um longo período de tempo, o que pode afetar diretamente as operações da empresa. 

 

Quais são os sinais de desgaste dos pneus?

Muitas pessoas não sabem, mas os pneus também possuem um prazo de validade - em média de cinco anos após a sua fabricação. Para conferir a data de fabricação, basta procurar pelos números marcados ao lado da sigla DOT, que trazem a informação da semana e do ano em que o pneu foi fabricado. Se estiver marcado 1020, por exemplo, isso quer dizer que o pneu foi confeccionado na décima semana do ano de 2020. 

Existem ainda outros fatores que influenciam na vida útil do pneu, como a temperatura, o tipo de uso do veículo, o peso transportado, passar por cima de buracos, assim como colisões ou choque com objetos sólidos e pontiagudos. 

Por isso, um dos principais indicadores do desgaste é o TWI (Tread Wear Indicator), uma pequena saliência de borracha alojada no interior dos sulcos do pneu. Para localizá-lo, basta procurar pela sigla TWI ou por um triângulo localizado no sulco do pneu. 

Quanto mais desgastada estiver a borracha, menor a profundidade e das ranhuras e traços da banda de rodagem. Pela legislação brasileira, o limite mínimo dessa altura é de 1,6 milímetros. 

Quando o veículo pende para um dos lados ou o volante puxa mais para uma direção, isso também pode ser um sinal de desgaste ou de má calibragem dos pneus. 

 

Como funciona a gestão de pneus?

A gestão de pneus compreende o controle de tudo o que se refere a esse componente, assim como analisar qual o período ideal para a realização do rodízio, quando fazer a troca ou a reforma, assim como educar os condutores sobre a adoção de práticas que não aceleram o desgaste. 

Existem hoje diversos softwares e sistemas de monitoramento de pressão que auxiliam no rastreamento, análise e manutenção dos pneus. 

 

Gestão de Pneus na Arval

Ao contratar uma das soluções de terceirização de frotas da Arval, você conta com uma série de benefícios, incluindo a gestão de pneus. Nosso account team dedicado cuida dos pneus dos seus veículos durante toda a sua vida útil, desde a compra até o armazenamento e troca.

Saiba mais sobre nossas soluções.

Entre em contato com a Arval para mais informações:

Você possui frota própria?
Qual é o volume da sua frota atual:

Confirmo que li e estou de acordo com a política de privacidade

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.
Leia mais Mostre menos