Manutenção de Frota

Manutenção de frotas: os 3 erros mais comuns

31 Jan 2022

Os 3 erros mais comuns

A manutenção de frotas é um passo extremamente fundamental para o gerenciamento. É a partir dela que é possível garantir a segurança, qualidade e eficiência do serviço prestado. No processo de gestão alguns cuidados acabam passando despercebidos, mas é essencial que você se atente a eles e não deixar isso acontecer.

Pensando nisso, a Arval selecionou os erros mais comuns no gerenciamento de manutenção de frotas. Continue lendo este artigo para descobrir.

 

Frequência da manutenção

O primeiro erro mais comum no gerenciamento de manutenção de frotas é não fazer manutenção preventiva, principalmente na frequência mais adequada para o veículo.

Isso porque, quando a frota de veículos é levada para a manutenção só depois de dar um problema perceptível, um problema que poderia ser evitado ou resolvido de forma simples pode se tornar maior, demandando gastos mais elevados. Além disso, o tempo em que o veículo precisa ficar em manutenção se estende, o mantendo mais tempo parado, levando à ociosidade e afetando a eficiência e produtividade da sua frota.

O recomendado é realizar as manutenções de forma preventiva seguindo exatamente a mesma frequência. Dessa forma, é possível evitar problemas ou corrigir de forma antecipada qualquer defeito que poderiam se tornar maiores e até mesmo colocar em risco a vida do motorista.

 

Mão de obra

Mesmo realizando a manutenção preventiva e na frequência adequada, ainda assim é preciso de uma mão de obra qualificada e especializada para realizá-la.

Ao contratar mecânicos ou oficinas com baixa qualificação, mesmo que tenha um preço atraente, pode resultar em um trabalho que não seja o mais adequado e completo e levar a imprevistos futuros. Como consequência, exigirá mais trabalho, mais gastos e mais tempo com o veículo parado. Portanto, prefira fornecedores e mão de obra de confiança e qualidade.

 

Gerenciamento de rotas

Não fazer o gerenciamento de rotas é mais um erro para a manutenção de frotas, pois sem o conhecimento do caminho percorrido, quilômetros rodados e condições das vias podem afetar diretamente os seus veículos.

Rotas com muitos buracos, sem asfalta e/ou de terra, grande quantidade de curvas, entre outros aspectos podem danificar a mecânica e desgastar os veículos com mais facilidade e rapidez.

Portanto, é essencial analisar estrategicamente a rota da sua frota de veículos. Fazendo o monitoramento e roteirização, é possível analisar os caminhos mais adequados e seguros, evitando imprevistos e, consequentemente, otimizando tempo e gastos. O gerenciamento de rotas também auxilia na compreensão da frequência da manutenção preventiva.

 

Bônus: uso do combustível

A forma como o combustível é utilizado é muito relevante para a sua gestão da manutenção de frotas e é ideal que seja feito de forma controlada.

Ao controlar o combustível da sua frota, não só traz economias financeiras, mas te ajuda a compreender a saúde do veículo e identificar a existência de possíveis falhas mecânicas, como por exemplo, observando se o consumo aumentou com o passar do tempo. E quando há falhas mecânicas, a eficiência do motor pode ser comprometida, demandando manutenções.

Esses e outros erros comuns podem ser evitados contando com a expertise do time de especialistas da Arval, o qual proporciona suporte e acompanha diariamente a sua equipe de gestão de frota de veículos. Para conferir mais detalhes, acesse nosso site e entre em contato com um de nossos consultores.

Entre em contato com a Arval para mais informações:

Você possui frota própria?
Qual é o volume da sua frota atual:

Confirmo que li e estou de acordo com a política de privacidade

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.
Leia mais Mostre menos