realização de manutenção preventiva, corretiva e preditiva

Manutenção preventiva, preditiva e corretiva: quais as diferenças?

13 Apr 2022

Manutenção preventiva, preditiva e corretiva: quais as diferenças?

A manutenção de frota é imprescindível para garantir o bom funcionamento e a eficiência dos equipamentos. Ela precisa ser uma das maiores preocupações dos empreendedores, pois a longo prazo pode colocar a saúde financeira do negócio em risco.

 

As rotinas de manutenção preventiva, preditiva e corretiva devem ser priorizadas para reduzir custos e otimizar os processos. Mas, afinal, o que são elas? Qual a importância das três? Entenda a seguir.

 

Manutenção preventiva

 

A manutenção preventiva, como o nome já sugere, é realizada para prevenir que aconteçam riscos de falhas nas peças e nos componentes essenciais das frotas. Além disso, ela também aumenta a vida útil do veículo e diminui a recorrência da manutenção corretiva.

 

Essa manutenção deve seguir um planejamento e cronograma para evitar prejuízos e maiores gastos. Nas datas previstas, o ideal é fazer a manutenção preventiva de itens como:

 

  • Pneus
  • Filtro de ar e ar-condicionado
  • Óleo do motor e filtro de óleo
  • Suspensão e lubrificação
  • Sistema elétrico e de luzes
  • Alinhamento do veículo

 

Manutenção preditiva  

 

Muitas vezes confundida com a manutenção preventiva, a manutenção preditiva também antecipa onde pode haver possíveis problemas, mas por meio de ferramentas tecnológicas. Outra diferença é que as manutenções são constantes para conferir o funcionamento de cada componente. 

 

As análises preditivas são feitas geralmente pelo emprego de instrumentos que medem certas métricas, como:

 

  • Câmeras termográficas
  • Ultrassom
  • Testes de vibração
  • Termografia
  • Rastreadores
  • Inspeção visual simples

 

Assim, o investimento não é baixo, pois ainda inclui o treinamento das equipes. Porém, a longo prazo, gera economia, permitindo um ganho maior sobre a vida útil de cada peça

 

Manutenção corretiva

 

A manutenção corretiva é realizada quando algum equipamento automotivo ou peça do sistema quebra ou falha. Esse tipo de manutenção exige maiores gastos, pois envolve mão de obra. 

 

Por isso é importante ao menos realizar a manutenção preventiva, para a economia e também para não deixar o veículo fora de operação por muito tempo. A paralisação pode trazer prejuízos como atrasos na entrega, descumprimento de prazos e perda de clientes.

 

Qual das três formas de manutenção você deve priorizar

 

O recomendado é priorizar todas elas e evitar ao máximo realizar somente a manutenção corretiva nos casos de emergência. Esperar os veículos apresentarem algum problema para tomar uma atitude é pouco estratégico.

 

Mesmo que a manutenção corretiva seja necessária, pois pequenos acidentes podem ocorrer, um bom plano de manutenção faz com que o gestor tenha menos despesas desnecessárias.

 

Para a Arval, a manutenção é prioridade

 

A Arval conta com frotas que recebem manutenções regulares, consertos em garantia e serviços e inspeções. Assim, você gasta menos tempo em tarefas operacionais e pode dar prioridade para o core da sua operação. Entre em contato conosco e saiba mais sobre esse serviço!

 

 

Entre em contato com a Arval para mais informações:

Você possui frota própria?
Qual é o volume da sua frota atual:

Confirmo que li e estou de acordo com a política de privacidade

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.
Leia mais Mostre menos