Leaseback

Na hora da crise, quais as melhores soluções de crédito para empresas?

Terceirização de frota 30 Jul 2020 , by
Willian Figueredo

Na hora da crise, quais as melhores soluções de crédito para empresas?

Independentemente da crise que te trouxe a este artigo, saiba que analisar quais soluções de crédito para empresas se encaixam melhor na sua realidade é o melhor caminho para enfrentar esse período.

Porém, antes de entrarmos nesse assunto, convidamos você a uma reflexão:

Você precisa mesmo recorrer a uma instituição financeira?

Considerando que as modalidades de empréstimo bancário cobram juros, assinar um acordo num momento em que cada centavo conta deve ser o último recurso.

A boa notícia é a existência de outros serviços no mercado que também viabilizam levantar capital sem assumir custos desnecessário. Nós, por exemplo, oferecemos o Leaseback como alternativa de empréstimo para empresa.

Basicamente, a solução propõe que a Arval compre os carros de sua empresa e, simultaneamente, firme um contrato de locação desses bens com a própria companhia.

Além do pagamento à vista, garantimos que continue usufruindo da sua frota, que agora ganha o reforço de todos os benefícios do nosso programa de aluguel. Faça uma simulação aqui.

Nessa linha, de adotar medidas para adaptar sua infraestrutura visando o melhor aproveitamento de cada recurso, tanto operacional como financeiramente, o escritor e consultor financeiro Gustavo Cerbasi elenca as seguintes recomendações:

  • Corte radical de custos: isso compreende a minimizar qualquer risco de gasto desnecessário, mesmo que interfira na qualidade do produto. Nesses casos, notifique seus fornecedores e clientes desse impacto temporário;
  • Interrompa a venda de produtos e serviços sem margem: é hora de focar no que realmente gera renda;
  • Pare com investimentos extra essenciais: interrompa qualquer tipo de expansão, pois o capital investido na mesma pode fazer falta num futuro próximo;
  • Renegocie com fornecedores: mesmo que esteja em dia com os pagamentos, já que o período de crise é muito incerto;
  • Reduza o custo fixo da sua empresa: nesse sentido, dimensione sua estrutura para atender a demanda exata, ou seja, sem folgas. Assim, você pode liberar os recursos a mais para ganhar fôlego do capital de giro;
  • Inove: busque formas mais inteligentes de manter ativo o seu modelo de negócio;
  • Parcerias: converse com seus pares e transforme antigos concorrentes em aliados para juntos viabilizarem soluções que beneficiem ambos.

Fiz tudo isso, mas ainda preciso de crédito

Se mesmo assim seu caixa ainda precisa de fôlego, selecionamos algumas modalidades de crédito para empresas que são comuns em momentos de crise.

Prorrogação de dívidas parceladas

Durante a crise do COVID-19, uma série de bancos nacionais se dispuseram a negociar uma carência de até 60 dias para o pagamento de algumas modalidades de empréstimo.

De acordo Nathália Arcuri, jornalista especializada em Finanças, o acordo vale a pena desde que a instituição se comprometer a abonar os juros por atraso.

Nesse cenário, o ideal é aproveitar a facilidade e realocar o montante reservado para pagar essa dívida num investimento que possibilite a construção de uma reserva de emergência.

Pronampe

Outra facilidade de crédito para empresas que surgiu na pandemia é o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

A medida permite a capitalizar até 30% do valor da receita bruta da empresa em 2019, Caso a companhia tenha menos de um ano, pode optar por 50% do capital social ou 30% do faturamento mensal (o que for mais vantajoso).

Segundo o SEBRAE, o empréstimo deve ser quitado em até 36 meses e a taxa de juros máxima é de Selic + 1,25%.

Linhas de crédito emergencial do BNDES

Também criada para atender a demanda dos empresários impactados com a crise instaurada por conta do coronavirus, as linhas de crédito emergencial do Banco Nacional de Desenvolvimento visam garantir o capital de giro, o pagamento de salários e a amortização de financiamentos.

Cada produto tem suas próprias regras, que consideram desde o porte até os setores das empresas solicitantes. Para mais detalhes, visite o site.

Troque uma dívida ruim por uma boa

Pode parecer um paradoxo, mas isso significa buscar negociações que tragam mais benefícios para sua empresa.

Destacamos que você está convidado a conhecer o Leaseback, conversando com os nossos consultores.

Leia mais Mostre menos